Startups na rede
Conheça alguns sites que podem te ajudar na hora de começar a empreender
Publicado: 13/01/2016 14:41


Ter uma ideia inovadora e levá-la para o mercado envolve mais desafios do que pode parecer. Pensar em um modelo de negócios, montar uma equipe especializada e pensar em ações de divulgação são apenas alguns dos passos que devem ser executados pelo empreendedor em direção ao sucesso. Antes de tudo isso, porém, uma etapa importante no processo de empreendedorismo é pesquisar!

As ferramentas atuais nos permitem conhecer o cenário de inovação de todo o mundo, e buscar referência em outros países pode render ótimas ideias e poupar tempo e dinheiro. Para começar, pesquise startups semelhantes à sua no nosso e em outros continentes, priorizando nações em que o público tem características semelhantes às dos brasileiros. Uma dica é o site Startups List, que fornece informações sobre as melhores startups de todo o mundo.  Com ele, é possível descobrir soluções que já estão em prática e adaptá-las ao seu modelo de negócios.

Aproveite para avaliar se vale mesmo a pena investir na ideia original, ou se ela já está saturada. Fazendo uma análise de mercado você pode encontrar necessidades do consumidor que ainda não foram satisfeitas, e usá-las para pensar em mudar algumas coisas no seu perfil de startup. Pra isso, explore o Crunch Base, um site com dados variados sobre empresas inovadoras e suas equipes e o Startup Ranking, que lista as principais startups a partir de sua influência na internet.

 

Crie estratégias a partir de referências que já deram certo 

Com a internet, também é possível descobrir se um produto ou serviço parecido com o que você pretende colocar no mercado está ou não sendo bem aceito pelas pessoas. É o momento de identificar oportunidades e até de aprender com os erros e acertos de quem já passou por isso. Pesquise sobre modelos de monetização, entrega de valor e estratégias de marketing. Muitos dos resultados estão aí, pra todo mundo ver!

Em alguns sites também conseguimos identificar investidores e talentos que podem ser importantes para o desenvolvimento da sua startup. Não deixe de usar o Startupxplore e aposte no conhecido: Linkedin e Google Analytics podem ser ótimas ferramentas.

 

Use o Google!

Pra começar, jogue no Google palavras-chave que podem estar relacionadas ao seu negócio, em idiomas diferentes (o Google Translate é um grande aliado!). Pesquise sobre os mercados mais atuantes em países variados, e baseie-se neles para avaliar os formatos de empresa de cada um.

O mercado brasileiro também serve de referência! Depois de avaliar sua própria região, busque startups que já atuam no seu ramo em outros estados e tente entender as diferenças de cultura que podem ser relevantes para o desenvolvimento da sua ideia. Um ótimo site para isso é o www.abstartups.com.br, que reúne um extenso banco de dados criado pela Associação Brasileira de Startups.

Depois de explorar tudo o que for possível pelo seu computador, aproveite para entrar no site do SEED e inscrever sua startup na terceira rodada do programa! As inscrições vão até o dia 03 de fevereiro.