Seed

O Seed – Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development é um programa de aceleração de startups para empreendedores do mundo todo que queiram desenvolver seus negócios em Minas Gerais. O Seed é a primeira aceleradora financiada apenas por recursos públicos no Brasil e potencializa a interação, as redes e a transferência de conhecimento e habilidades entre empreendedores apoiados e o ecossistema local.

Os participantes do programa de aceleração passam por seis meses de atividades intensas, que incluem mentorias personalizadas, capacitações técnicas, eventos, difusão,conexões com investidores, potenciais clientes e parceiros, entre outras atividades, que contribuem para fortalecer suas características empreendedoras e seus projetos. 

O Seed acelerou 181 startups, sendo que 62% ainda estão ativas (2019). Elas empregam +2000 pessoas, atraíram + R$ 50 milhões de investimento pós programa e faturaram + R$ 80 milhões em 2019.

 

Seed Edição Especial 

Em 2020, para sua 6ª rodada, o Seed foi reformulado, ressignificando algumas diretrizes do programa e ampliando a sua atuação. Agora, as startups aceleradas pelo Seed também poderão contribuir para a solução de desafios públicos de Minas Gerais.

Assim, além de difundir o conhecimento em todo o estado e promover o empreendedorismo mineiro, essa Edição Especial visa conectar os gargalos públicos às soluções tecnológicas inovadoras. Com isso, promover um modelo de gestão pública mais eficiente e satisfatória para os cidadãos. 

As inscrições são realizadas em duas frentes: Temática I - desafios públicos; e Temática II - aceleração aberta. As startups inscritas na Temática I sinalizam no mínimo um desafio, dos 37 prospectados com os gestores públicos mineiros, que são capazes de endereçar. Após selecionada, a startup tem a sua aceleração guiada a partir do desafio proposto, podendo realizar um teste de seis meses junto ao órgão ao final do programa.

Além da realização da Sede, nesta edição, conta com o apoio de parceiros de relevância no ecossistema mineiro de inovação para realização das etapas de seleção e aceleração do programa. A metodologia continua a mesma, mas, agora, contamos com as experiências do IEBT, Fundep e BHTec para entregar um programa ainda mais completo para o ecossistema. Acesse e saiba mais!