Entidades de artesãos mineiros terão ajuda de diária de colaborador
Edital de Chamamento para a Feira Nacional de Artesanato, que vai acontecer de 7 a 11 de dezembro, irá disponibilizar subsídio para a retomada da atividade em Minas Gerais
Publicado: 19/10/2021 15:19
Foto: Matheus Fonseca/Sede Foto: Matheus Fonseca/Sede

Intitulada “Rotas do Brasil”, a 32ª edição da Feira Nacional de Artesanato está com inscrições abertas, até o dia 2 de novembro, para artesãos individuais e entidades que desejam participar do evento que já se tornou tradição na capital mineira. O Edital de Chamamento, para ocupação no espaço coletivo em estandes adquiridos com recurso da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), do Ministério da Economia – ME, através do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), e do Sebrae Minas, selecionará 25 artesãos individuais e 18 associações de artesãos, cooperativas de produção artesanal e grupos de produção artesanal de Minas Gerais.

O retorno desse importante acontecimento, que integra o calendário da capital mineira e vai acontecer, de 7 a 12 de dezembro deste ano, no Expominas, em Belo Horizonte, não só destaca a importância do trabalho feito a mão pelos artesãos mineiros, como é marcado por novidades. Entre elas, a disponibilização de diária de colaborador eventual para 12 entidades que serão contempladas com seis diárias de colaborador eventual no valor de R$ 382,00, totalizando R$ 2.292,00 por entidade.

Iniciativa inédita

As entidades que ocuparem os 12 primeiros lugares, seguindo os critérios de avaliação do Edital de Chamamento, poderão indicar um artesão como representante, para receber a diária de colaborador eventual no período de realização da feira (7 a 12 de dezembro). A iniciativa inédita e excepcional, promovida pelo Governo de Minas, por meio da Diretoria de Artesanato da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), tem o intuito de apoiar a retomada das atividades de artesãos que foram extremamente impactados pela pandemia de Covid-19.

Retomada econômica

Para o diretor de Artesanato da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede),  

Thiago Tomaz de Souza, a oferta da diária de colaborador é uma ação histórica do Governo de Minas e pontual, uma vez que está restrita ao momento difícil vivenciado pelos artesãos que foram afetados pela pandemia de Covid-19.

“Devido à falta de comercialização pelos  associados e cooperados, observamos que a maioria deles não fizeram a colaboração financeira para as entidades, que  ficaram fragilizadas e descapitalização para assumir qualquer despesa.  Por meio da diária de colaborador, a entidade vai selecionar um artesão para receber esse recurso”, afirma o gestor, acrescentando que oportunidade semelhante ocorreu no edital da Feira Nacional de Artesanato de Recife (Feneart), que vai acontecer de 10 a 19 de dezembro.

As ações de fomento ao artesanato são prioritárias, entretanto existe a preocupação da

Sede  com as questões de sanitárias, por isto, o apoio à retomada segura na realização de eventos está em consonância com os protocolos adotados pelo Minas Consciente. Como existe a liberação para a realização do evento por parte da Prefeitura de Belo Horizonte e a região central se encontra na onda verde do Programa Minas Consciente, é viável a realização da 32ª edição da Feira Nacional de Artesanato.  Todas as diretrizes do Minas Consciente e da própria Prefeitura de Belo Horizonte serão respeitadas e, caso haja alteração nas determinações do Minas Consciente, a participação será reavaliada, de acordo com o Edital de Chamamento.

Critérios do Edital

Candidatos interessados deverão ser maiores de idade, residentes em municípios de Minas Gerais, cadastrados no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab) e preencherem o formulário de inscrição que está disponível no endereço eletrônico http://www.desenvolvimento.mg.gov.br/application/editais

Vale destacar que a participação do Governo de Minas no evento acontece desde 2003, seja em espaços cedidos pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) ou adquirindo espaços com recursos próprios do orçamento. Para a 32ª edição, de acordo com o diretor de Artesanato da Sede, a diária de colaborador será fornecida apenas para entidades de artesãos que se localizem em municípios de Minas Gerais com raio mínimo de 60 km de distância de Belo Horizonte. Além disso,  a prestação de contas do uso dos recursos recebidos pelas entidades é obrigatória e se dará por meio de assinatura da lista de presença disponibilizada diariamente na feira, fotografias do evento e certificado de participação emitido pela promotora do evento.

Processo de seleção e recursos

Após o período de inscrições, conforme o cronograma previsto no Edital de Chamamento, terá início o processo de seleção, que será realizado pela Comissão Especial de Seleção, instituída pela Sede, que ficará encarregada de avaliar toda a documentação, de acordo com os critérios e pontuações constante no anexo do edital.

Os recursos contra a lista provisória de selecionados deverão ser apresentados, por e-mail, no endereço artesanatomineiro@inovacao.mg.gov.br, no prazo de três dias úteis após a data da divulgação da lista provisória, no período de 12/11/2021 a 16/11/2021.