Última chamada para inscrições no Programa de Liderança para a Retomada Econômica
Interessados têm até dia 21 de outubro. O curso gratuito, 100% online, é voltado para prefeitos, vice-prefeitos e secretários de Desenvolvimento Econômico
Publicado: 15/10/2021 12:03 | Atualizado: 15/10/2021 12:25
Foto: AdobeStock Foto: AdobeStock

Oportunidade única para participar do Programa de Liderança para a Retomada Econômica (LRE) da Fundação João Pinheiro (FJP) . As inscrições do curso gratuito se encerram no dia 21 de outubro e as aulas online vão acontecer de 22 de outubro a 15 de dezembro deste ano.

Iniciativa da FJP, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), a Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior (Indi), a Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Agência RMBH) e a Associação Mineira de Municípios (AMM), o LRE é um curso de capacitação voltado para prefeitos, vice-prefeitos e secretários de Desenvolvimento Econômico. Ao todo, serão capacitadas seis turmas, totalizando 300 lideranças de 150 cidades mineiras.

Preenchimento de formulário

Cada município pode inscrever até dois participantes. Para tanto, a liderança interessada deve preencher o formulário disponível na página do curso no site da FJP. Os participantes serão selecionados pela fundação por meio de uma avaliação de critérios técnicos, sociais e econômicos dos municípios mais afetados pelos efeitos da pandemia no estado

O principal objetivo do LRE é capacitar gestores públicos para a condução dos processos de retomada econômica. “O Programa desenvolve competências para que gestores de Minas Gerais saibam elaborar diagnósticos, identificar e liderar ações para atrair novos investimentos, desenvolver negócios e impulsionar a geração de empregos por meio de políticas econômicas eficientes”, afirma o presidente da FJP, Helger Marra.

Atração de novos negócios

Para o secretário da Sede, Fernando Passalio, o curso apresenta ferramentas e instrumentos essenciais na atração de novos negócios. “As cidades mineiras precisam ampliar suas práticas quanto aos atrativos econômicos. Queremos colocar nossos municípios na vanguarda dessas ações como um reflexo do que já temos executado no estado”, aponta.

De acordo com o subsecretário de Desenvolvimento Regional da Sede, Douglas Cabido, o Governo de Minas também pretende estender essas oportunidades para o maior número de municípios. “Estamos prontos para apoiar os prefeitos nesse desafio da aplicação de boas práticas de desenvolvimento econômico, queremos oferecer a oportunidade de qualificação para grande parte dos gestores em Minas”, conclui.